as  Conhecendo o Sítio Terrinha e sua história


Em 2001 fui chamado de louco ao adquirir o sítio devido ao estado que se encontrava por causa da quantidade excessiva de gado que era colocada no sítio, isso era mesmo capaz de desanimar muita gente.

Em uma grota maior também foi feito um pequeno lago que retem a água de chuvas o que diminuiu muito a quantidade de água que escoava livremente para o rio onde ainda tem uma enorme vala causada pela erosão, porém atualmente quase que estabilizada com a colocação de pneus na sua base ano após ano, mas ainda requer um bom trabalho.

Dois anos depois já colhendo os frutos do esforço, uma das grandes vantagem nesse pequeno lago de contenção foi uma infiltração logo abaixo que resultou em uma mina de água cristalina o que permite ter água limpa para consumo mesmo nas épocas de chuva quando o rio Jequitinhonha está cada vez mais demorando a limpar a água devido exatamente a erosões causadas principalmente pelos cultivos comerciais que estão chegando na região e dragas instaladas no rio Araçuaí para a retirada de areia e ainda detritos das barragens construídas para contenção de água nos rios e geração de energia elétrica como por exemplo a barragem de Irapé.

Como podem ver nas poucas fotos abaixo que tirei naquela época a propriedade era praticamente uma erosão só o que levamos três anos pra recuperar apenas com a cobertura do solo com capim e mato que brotou abundantemente já no primeiro período de chuvas no final do mesmo ano e início do ano seguinte.

Também pra diminuir as enxurradas fizemos pequenas interrupções com pedras, terra e mato nas partes onde a água corria fazendo pequenos regos por onde iniciavam as erosões que com o tempo iam levando terra para o rio e deteriorando assim mais o terreno.


Veja mais detalhes nas legendas das fotos abaixo